Seja mais feliz no trabalho! Encontre aspectos motivacionais na empresa

Para ser mais feliz no trabalho, a sócia da SEC Talentos Humanos, Vivian Maerker, recomenda se atentar ao que é mais importante ao profissional neste momento de vida. Em muitos casos, é possível encontrar fatores motivacionais na empresa para a qual se trabalha.

Exemplificando: pessoas com filhos provavelmente irão se sentir felizes se tiverem um horário de trabalho flexível, que permita passar mais tempo com a família. Já aquelas que gostam de estudar e estão sempre procurando aprimoramento profissional se sentirão satisfeitas com uma ajuda de custo oferecida pela organização para realizar um curso. Por sua vez, quem busca experiência pode se contentar trabalhando com profissionais experientes, que compartilham conhecimento.

Dicas
Na opinião de Vivian, um bom emprego depende de quatro itens: salário, que deve ser compatível com as necessidades do profissional, benefícios, desenvolvimento e ambiente de trabalho. A felicidade dependerá, no dia-a-dia, desses pilares.

Na questão dos benefícios, a especialista se refere a pontos a favor da empresa como um todo, o que inclui, por exemplo, a proximidade do local de trabalho. Mas os benefícios oferecidos pela organização também contam, como plano de saúde, previdência privada (que é uma garantia de segurança futura ao trabalhador) e salário variável. “É importante que, além do salário básico, o profissional ganhe um rendimento variável que denote o reconhecimento da empresa por seus esforços”, explica.

Quanto ao desenvolvimento, o plano de carreira garante mais segurança ao colaborador. Mas existem outras formas de implementar esse desenvolvimento. Uma idéia é o sistema de job rotation, que dá a possibilidade ao profissional de passar por várias áreas da empresa. Além disso, o aumento de responsabilidades também é uma forma de viabilizar o aprimoramento. Entram nesse item ainda as bolsas para realização de cursos. “Tudo que a empresa proporciona mostra reconhecimento”.

Relacionamentos
O ambiente de trabalho é o último pilar necessário à felicidade do funcionário. “Um clima legal, uma equipe em sintonia, um chefe que seja alguém a recorrer, aberto ao diálogo… Tudo isso faz com que o profissional tenha prazer em levantar da cama de manhã para ir trabalhar, favorecendo sua satisfação”, garante a especialista.

Para que o clima seja agradável, porém, o profissional deve incentivar parcerias, ou seja, sempre que puder, precisa ajudar o próximo e se colocar à disposição. O conselho é dar o primeiro passo em direção ao bom convívio, mais por si mesmo do que pelos outros. Quanto às críticas, saiba que ninguém gosta de recebê-las, mas é vital tirar proveito de todo feedback que tiver. “O cliente bom dá bronca, enquanto o ruim muda de fornecedor”, lembra Vivian.

Você é apaixonado pelo que faz?
“Ao escolher um emprego, é importante estar atento a estes quatro itens. No entanto, nada disso deixará o profissional feliz se ele não for apaixonado pelo que faz. Gostarmos do que fazemos é importante para enxergarmos as tarefas de forma otimista perante a pressão com que lidamos”.

Fonte: http://www.administradores.com.br/

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s