Como escolher sua profissão?

…………………………………………………………………………………………………………….
Como escolher sua profissão
Para começar, quando se trata de escolher alguma carreira de nível superior, é importante ter uma visão geral do que está disponível atualmente. O número de opções é bem grande: cerca de meia centena de carreiras. É interessante conhecê-las e, para ajudar a dar umpanorama, vamos agrupá-las em quatro grandes grupos: Clássicas, Científicas, Técnicas e Comunicações/Artes.

Carreiras Clássicas

1) As três carreiras clássicas de maior demanda são Medicina, Direito e Engenharia. Embora representem apenas 4% das carreiras, elas atraem 1/3 do total de candidatos. Só na Fuvest totalizam mais de 40 mil candidatos. Pelo grande número de candidatos elas estão entre as mais exigentes e mais disputadas, com as maiores notas dos exames.

2) A seguir estão as carreiras tradicionais com cerca de 2 mil a 5 mil candidatos: Odontologia, Administração, Veterinária, Letras, Agronomia e Pedagogia. Há muitas diferenças entre elas em termos de exigência para o ingresso. Enquanto Letras atrai menos de 7 candidatos por vaga (ainda que com mais de 5 mil candidatos), Veterinária atinge 32 concorrentes por vaga.

Carreiras Científicas e Assemelhadas

As opções científicas têm pequena demanda. Embora muito importantes para o desenvolvimento de nossa sociedade, carreiras de ciências não atraem fortemente os estudantes. Na área científica ligada à natureza temos a Biologia, a Física, a Química, a Matemática. Na área científica ligada às humanidades há a Economia, as Ciências Sociais, a História, a Geografia. Num campo intermediário, mas de pesquisa, há ainda a Filosofia. A reduzida procura para essas importantes carreiras leva a médias muito baixas entre os seus ingressantes – o que explica também os altos índices de evasão em seus difíceis cursos. Eis o paradoxo: os cursos que exigem maior esforço intelectual para serem bem completados acabam sendo os que pouco exigem para a conquista de uma vaga.

Carreiras Técnicas, de Apoio ou Especializações

Há uma área de ensino superior cujas carreiras têm orientação bem aplicada e técnica. Algumas realizando importante apoio para as carreiras clássicas. Entre elas temos: Processamento de Dados, Nutrição, Terapia Ocupacional, Geologia, Fisioterapia, Meteorologia, Zootecnia, Fonoaudiologia, Ortóptica, Comércio Exterior, Enfermagem, Educação Física, Esporte, Farmácia, Turismo, Relações Internacionais, Psicologia.

Carreiras de Artes e Comunicação

Há alguns anos, a área de Comunicação deixou de ser eminentemente prática e passou a exigir uma formação mais ampla. Assim surgiram os cursos superiores de Comunicações e Artes, hoje muito disputados. São eles: Jornalismo, Relações Públicas, Biblioteconomia, Audiovisual, Cinema, Teatro, Música, Artes Plásticas, Publicidade. Entre essas carreiras há alguns dos maiores índices de candidatos por vaga nos vestibulares oficiais, decorrentes principalmente do pequeno número de vagas oferecidas.

Sem Fórmulas

Embora não haja fórmula mágica que indique a carreira ideal para cada um, há algumas maneiras de se receber orientação e luz sobre a difícil decisão.

Deve-se antes de tudo procurar conhecer o que significa cada curso. Para isso, é interessante saber o que se estuda na faculdade, conhecer as especializações oferecidas e como atuam os profissionais desses cursos.

A partir daí você pode fazer uma séria reflexão, avaliando se as características encontradas se afinam ou não com você. As fontes para esse conhecimento inicial são várias:

1) Há os textos de manuais do vestibular, que descrevem cada opção, servindo para dar uma visão panorâmica do que existe.

2) Outras fontes são os depoimentos de profissionais bem-sucedidos que falam sobre o dia-a-dia daquilo que fazem. O Etapa realiza palestras com profissionais abertas aos alunos, e um ponto interessante nessas palestras é o “ping-pong”, de perguntas e respostas, pelas quais os alunos podem resolver muitas de suas dúvidas.

3) Você pode conversar com conhecidos de carreiras diferentes e ir formando uma visão. É recomendável ser sempre crítico com relação a qualquer informação. Algumas vezes você recebe opiniões muito particulares (favoráveis ou desfavoráveis) que podem servir para as pessoas, mas que podem não indicar o que realmente seria bom em relação a você.

4) Uma boa ajuda para sua escolha é a Feira de Profissões do Etapa. São dezenas de ex-alunos que participam trazendo currículos, as especializações e muitas informações para você. Conversando com eles, você pode formar uma visão mais real e concreta do que se tem em cada carreira.

5) Finalmente é interessante fazer visitas às faculdades; com conhecidos ou acompanhando os programas de visitas que algumas faculdades oferecem.

Para Além das Áreas

Quando se faz uma escolha de carreira, é comum a simplificação de decidir por essa ou aquela área em função de gostar ou não de algumas matérias. Normalmente se prestam a isso a Matemática, a Biologia e o Português. Algo simples, mas que nem sempre é suficiente ou mesmo eficiente. Deve-se lembrar, por exemplo, que um Engenheiro, que vê Matemática o tempo todo na faculdade, pode acabar sendo chamado para realizar tarefas administrativas tipicamente “de Humanas” – o que é mais comum do que se pensa. Advogados, conforme a especialização, podem ter de enfrentar questões técnicas e científicas, tendo muito a ganhar se apresentarem conhecimentos melhores do que seus colegas. O melhor é procurar apurar o gosto por todas as matérias. O que é bom profissionalmente e, de quebra, ajuda muito no vestibular.

Criatividade: Valorizada em Qualquer Carreira

Seja qual for a escolha feita, um fator decisivo para o sucesso profissional é a dedicação. É não se contentar em “ir levando”, em ser mais ou menos, ou ser adepto do “vamos devagar que assim se chega longe”. Cada vez mais, no competitivo mundo atual, tudo o que puder diferenciar você, destacá-lo, evidenciar qualidades especiais, irá contribuir para seu futuro profissional. É importante ir se interessando por saber como são os cursos de especialização ou pós-graduação na faculdade. É preciso estar sempre se aprimorando.

Pessoas que são criativas no seu trabalho podem avançar muito. E, criatividade não é qualidade restrita ao campo da publicidade, embora essa seja uma imagem muito comum. Há pessoas muito criativas atuando nos tribunais, nas fábricas, nos laboratórios de pesquisa, fazendo programas de computador, ajudando na cura de doenças, fazendo produzir mais laranjas ou realizando investimentos e criando empresas.

Por isso escolha algo em que você sinta que pode se desenvolver, ser criativo e estar sempre se atualizando.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s