Artigos Ansiedade – UFSC

Autor: COES, Maria do Carmo Rabelo.
Título: Ansiedade: uma avaliacao quantitativa de seus efeitos negativos sobre o desempenho no vestibular.
Fonte: Psicol. teor. pesqui;7(2):137-147maio/ago. 1991.
Resumo: Este estudo investigou as variacoes na relacao ansiedade-desempenho entre vestibulandos repetentes e nao-repetentes. A questao foianalisada usando-se uma amostra de 352 alunos de um curso pre-vestibulares, classificados em dois grupos, segundo suas experiencias em vestibulares anteriores. A escala de Reacoes a Testes foi aplicada aos sujeitos uma semana antes das provas da primeira fase do concurso. Desempenho academico foi medido atraves dos escores dos sujeitos nos vestibulares simulados. Testes-t e regressao multipla foram usados para avaliar a questao investigada. Os resultados revelam uma relacao altamente significante entre ansiedade e desempenho entre os sujeitos repetentes. Desempenho nos vestibulares simulados, por outro lado, mostrou-se o unico preditor do desempenho no vestibular oficial entre os sujeitos nao-repetentes. Uma estimativa dos efeitos da ansiedade de teste sobre a populacao dos vestibulandos e apresentada na conclusao.

Autor: D’Ávila, Geruzza Tavares; Soares, Dulce Helena Penna.
Título: Vestibular: Fatores Geradores de Ansiedade na “Cena da Prova” / University Entrance Test: factors generating anxiety in ‘the test setting’
Fonte: Rev. bras. orientac. prof;4(1/2):105-116, 2003tab, graf
Resumo: O ingresso na universidade está condicionado a realização do Exame Vestibular. Dentre os candidatos, um grande número não é aprovado, mesmo reunindo todas as condições de “conhecimento da matéria”. A ansiedade pode estar dentre as causas da não aprovação. Esta pesquisa teve por objetivo investigar quais seriam os fatores capazes de gerar ansiedade nos candidatos ao Exame Vestibular. A pesquisa constou de dois momentos: 1) questionários preenchidos via Internet no mês antecedente ao exame, e, 2) entrevistas executadas nos dias de realização da prova. 398 sujeitos preencheram o formulário através do site do LIOP http://www.liop.ufsc.br. Na segunda etapa, foram realizadas 151 entrevistas no período antecedente a realização das provas, sendo 50 no primeiro dia, 68 no segundo e 33 no terceiro dia. Os resultados, analisados qualitativamente, indicam que um mês antes da realização do exame os candidatos vivenciavam sentimentos de ansiedade e angústia, entretanto, na “cena da prova”, estes exteriorizaram despreocupação, podendo indicar a ocorrência da negação, como mecanismo de defesa, para poderem realizar a prova com mais tranqüilidade. Também foi atribuído ao medo da reprovação, e ao medo de decepcionar a família os motivos principais causadores da ansiedade no Vestibular. (AU)

Autor: Soares, Dulce Helena Penna; Krawulski, Edite; Dias, Maria Sara de Lima; D’Avila, Geruza T.
Título: Orientação profissional em contexto coletivo: uma experiência em pré-vestibular popular / Vocational guidance: an experience at a popular preparation course for the university entrance examination
Fonte: Psicol. ciênc. prof;27(4):746-759, 2007
Resumo: Este artigo relata uma atividade de orientação profissional (OP) realizada em um cursinho pré-vestibular popular. Os objetivos foram sensibilizar para o processo de escolha do curso superior, favorecer a expressão de sentimentos com relação ao vestibular e ao próprio cursinho e promover a integração dos alunos. Fundamentando-se no psicodrama, a metodologia adotada envolveu debates grupais mediados pela produção de cartazes, a fim de favorecer a livre expressão de sentimentos mobilizados pelo vestibular e pela condição de freqüentadores do referido cursinho. Esses instrumentos permitiram também uma identificação e melhor integração entre os jovens, como também uma tomada de consciência de seus processos de escolha pelo curso universitário. Tal prática permitiu auxiliar esses alunos no reconhecimento das necessidades derivadas daquela condição, fortalecendo-os para o processo de escolha, para o enfrentamento da experiência do vestibular e também para a identificação e formação de vínculos com o grupo do qual faziam parte naquele momento.(AU)
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s