Exercícios físicos podem diminuir Tensão pré-vestibular

Prepare seu corpo para a maratona de provas

Via: Universia

Da Redação

Às vésperas do vestibular, não é só o seu programa de TV favorito ou um bate-papo com os amigos que podem te ajudar a relaxar. De acordo com especialistas, a prática de um esporte com regularidade, somada a exercícios de respiração e alongamentos colaboram para que o estudante drible a tensão e controle a ansiedade.Se de imediato você rejeita a possibilidade de incorporar um exercício a sua já atribulada rotina de estudos deve saber que, além de fazer bem pra saúde, a prática de uma atividade física também previne dores. Quem entende do assunto afirma que aquelas fisgadas nas costas e no pescoço – comuns quando se passa horas na escrivaninha ou em frente ao computador – podem simplesmente desaparecer.

clique para ampliar

O coordenador de Fisioterapia do Instituto Cohen de ortopedia, reabilitação e medicina do esporte e do CETE da Unifesp (Centro de Traumatologia do Esporte da Universidade Federal de São Paulo), Maurício Garcia, afirma que quem não se exercita tende a sofrer mais com a tensão pré-vestibular. “Os primeiros sintomas podem se apresentar como dores de cabeça ou dores de barriga. Num segundo momento, manifestam-se as dores musculares, com maior freqüência nas costas e no pescoço. Depois, as dores tendem a se espalhar para o resto do corpo”, alerta.

O professor explica que na maioria dos casos isso acontece porque os vestibulandos tendem a dedicar mais horas de estudo à medida que a data da prova se aproxima, quando o movimento deveria ser contrário. “Concentrar-se apenas para o vestibular aumenta a ansiedade do jovem e consequentemente gera uma tensão maior”, ressalta.

Na hora de estudar, Garcia diz que o ideal é não permanecer na mesma posição por muito tempo. Ele recomenda que o aluno faça uma pausa a cada 20 minutos para sair e se movimentar. “O estudante deve dedicar alguns minutos para fazer algo completamente fora da sua rotina de estudos”. Ele ainda reforça que todo jovem deveria se dedicar a um esporte todos os dias, entre uma hora e meia e duas horas. “O problema é que, próximo ao vestibular é difícil convencê-los da importância dessa prática”, lamenta ele.

Roberta Gargiulo Pacca

A teoria do professor Garcia se aplica perfeitamente à rotina da estudante do terceiro ano do Ensino Médio, Roberta Gargiulo Pacca, de 17 anos. Ela pratica futebol, corrida, musculação e spinning e diz que o esporte não atrapalha, ao contrário, ajuda nos estudos. “Quando estou em semana de provas na escola não deixo de praticar esportes por que eles me ajudam a não ficar nervosa”, afirma. Roberta – que pretende prestar vestibular para Nutrição – diz que não deixará os esportes de lado mesmo quando chegar próximo da data da prova. “Gosto de praticar esportes e isso me deixa relaxada. Quando corro ou estou na musculação, esqueço toda a pressão dos estudos”, diz.Garcia aprova a prática de Roberta e, segundo ele, mesmo quem está muito tempo sem se exercitar não terá problemas ao optar por uma rotina de exercícios. Basta começar de leve com uma atividade que dê prazer. Uma ótima opção são os alongamentos. “O aluno pode incorporá-los à sua rotina de exercícios. Algumas técnicas, inclusive, servirão para alongar pescoço e ombros durante a prova”, explica. (Clique no quadro acima e confira uma série de alongamentos que podem ajudá-lo no dia-a-dia e também na prova).

A professora do departamento de Fisioterapia da UNESP (Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho), Ana Lúcia de Jesus Almeida, defende que incorporar à rotina exercícios de respiração também ajuda a aliviar o estresse. “Respirar fundo diminui a tensão e é o primeiro passo para relaxar os músculos. Quando o músculo está tenso, menos oxigênio passa por ele. Quando respiramos fundo, uma quantidade maior do gás chega ao músculo e permite o relaxamento”, explica ela. Ana Lúcia diz que o aluno pode usar a técnica de respirar fundo tanto durante o estudo como na prova do vestibular. “Ao respirar profundamente entre cinco e dez vezes, uma quantidade maior de oxigênio chega ao o cérebro. Isso relaxa e ajuda o estudante a aliviar a tensão”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s