E Agora José? Que profissão vou escolher?

Entrevista Vestibular – Cristian Stassun – Jornal O Riossulense (19/out)‏

Nessa fase de decisões entre os vestibulares de verão, a parte mais importante pode nem estar na universidade escolhida ou no tempo dedicado ao estudo. Saber escolher um curso universitário, resultando numa profissão e carreira de sucesso e satisfação, pode ser o maior desafio.

Nessa semana se encerra o vestibular mais concorrido de Santa Catarina, o da UFSC. Até dia 20 de outubro, o aluno de Ensino Médio tem que colocar o X no curso escolhido. E aí que vem o medo e as dúvidas. Será que escolhi o curso certo? Será que vou gostar dessa opção escolhida? Como vai ser meu futuro?

Muitos alunos, sentindo esse desconforto, procuram um Orientador Profissional. Na cidade de Rio do Sul, conversamos com Cristian Stassun. Ele é Psicólogo, mestre em Psicologia pela UFSC e professor do Colégio Energia, responsável por ajudar os alunos a passarem com segurança por essa fase.

O que acontece nessa fase?

O fato é claro, existem universidades federais que acumulam até 40% e universidades particulares de 25% a 35% de desistência ou transferência de curso. Existem cursos em Federais que apenas 10% dos alunos de uma sala de 50 alunos, chegam a se formar. Temos tanto alunos muito jovens escolhendo, quanto casos que os pais acabam fazendo o papel de escolher e tomar todas decisões importantes pelos seus filhos até então. A falta de autonomia na vida pessoal reflete diretamente nesse momento. Aos 17 anos e até para uma pessoa de 40 anos, fica difícil avaliar fatores de escolha como, um mercado de trabalho que hoje se encontra tão instável.

O que os alunos devem refletir na hora de escolher?

Cada escolha é uma escolha construída. E para essa construção ser bem feita, deve-se estabelecer critérios. Temos muitos alunos que chegam na frente do psicólogo e respondem -“Eu quero fazer esse curso por que eu acho ele legal” – e só, não sabem falar mais nada. Uma escolha vazia, por qualquer imagem construída profissão feita através televisão, colegas ou apenas analisando uma parte do desafio pode ser desastroso. Para analisar melhor, veja, a três carreiras clássicas de maior demanda são Medicina, Direito e Engenharia. Embora representem apenas 4% das carreiras, elas atraem 1/3 do total de candidatos. A seguir estão outros cursos muito concorridos como: Odontologia, Administração, Veterinária, Arquitetura, Publicidade e Propaganda, Psicologia e Jornalismo. Muitos alunos na falta de saber escolher escolhem esses cursos que chamamos de genéricos, como Administração e Direito, que se abrem para várias áreas de atuação profissional. Porém, não refletem criticamente sobre o rumo que estão tomando.

Mas Cristian, então, quais seriam esses critérios para escolher?

No Colégio Energia criamos um Inventário com pelo menos 65 critérios importantes para ser analisados. Tanto uma avaliação de si mesmo, dos seus gostos pessoais, da sua história, do que quer enfrentar no futuro, como de informações que os alunos devem buscar antes de escolher seu curso e não apenas depois. O aluno devem estudar a fundo, seja pela internet, por guias ou pelos profissionais no mercado todas as informações das universidades, grades curriculares, mercado de trabalho, pós-graduações, e áreas de crescimento na profissão. Chegamos a criar inclusive uma disciplina no segundo ano do Ensino Médio, para criar esse ambiente propício a escolha. Fazendo com que o aluno chegue ao terceiro ano com uma meta, um curso e um conjunto de vestibulares a lhe desafiar e motivar aos estudos.

Após escolher um curso, o que garante o sucesso na profissão?

Sempre usei uma frase padrão: “Não deixe que a universidade atrapalhe seus estudos”. O que você recebe lá é o básico. A prática e seus estudos extracurriculares é que fará a diferença.  O mercado é saturado para os profissionais e não para as profissões. Tem espaço para quem é competente. O bom profissional não espera a oportunidade bater a porta, ele cria a oportunidade, abre campos de trabalho e empreende seus conhecimentos para a prática.

Para meus alunos eu mostro que, aliado ao conhecimento adquirido na universidade, o aluno deve buscar desenvolver suas características pessoais. As habilidades sociais, a capacidade de comunicação e oratória, a criatividade, o cuidado com sua imagem e marketing pessoal, seu senso ético e seu comportamento de empreendedor são o que fazem a diferença na hora da contratação. A origem dos diplomas, se é de uma Federal ou de uma Particular, tem sido desvalorizados na medida em que cada pessoa tem um potencial diferente de acordo com suas características desenvolvidas. E o pulo do gato vem aí, as pessoas precisam saber que antes de ter uma empresa, cada um é a empresa de si mesmo. Que precisa ter metas, ser bem administrada e ter facilidade e vontade de aprender.

Se na década de 90 o grande foco era formar especialistas, hoje o mercado pós-crise exige pessoas que tem além de um profundo saber em determinada ciência, que saibam criar uma rede de conhecimento com todas as outras áreas e com a equipe. Ser especialista e generalista ao mesmo tempo, é um profissional que pode ser arquiteto ou jornalista, por exemplo, que saiba tudo sobre uma estrutura de uma casa ou sobre a nova regra da sua língua vernácula, mas que tenha conhecimentos de negócios, legislação, informática, marketing, história, relações políticas e econômicas. E que ao perceber ter pouco conhecimento, saiba como buscar e agregar essas informações inteligentemente para gerar resultado.

Para mais informações temos o site: www.apsovale.org.br/op que serve de portal para esclarecer todos esses assuntos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s