Os melhores ensinamentos de Garrincha para o mundo empresarial (Dos Russos)

Apesar da habilidade contestável, sou um grande entusiasta do futebol. Com destaque para o jogo bonito e extremamente eficaz do glorioso Bahia, que finalmente está de volta à série A.

De qualquer forma, hoje vou falar sobre as lições aprendidas com 2 histórias que ouvi sobre o ídolo de outro clube, Manoel Francisco dos Santos, o famoso Garrincha.

garrincha e empreendedorismoOlha a cara de maroto do indivíduo

História 1
No treino logo antes de um jogo da seleção o técnico fala para Garrincha:
– Garrincha, é o seguinte. Você pega a bola pelo canto, entra na área, dribla o zagueiro russo e toca pro Vavá fazer o gol.

Eis que então, com grande sabedoria e espírito de planejador, Garrincha responde:
– Tudo bem professor. Mas você também combinou isso com o zagueiro russo?

Moral da história: Planejar é fundamental, mas não conte com o que não está sob sua influência direta.

História 2
Em outro treino, o técnico passa as instruções para Garrincha:
– Garrincha, é o seguinte. Você pega a bola na intermediária, dribla o Joãozinho, entra na área e chuta no canto esquerdo pra fazer o gol.

Em certo momento do jogo Garrincha pegou a bola na intermediária e partiu pra área. Nisso, ele driblou o primeiro zagueiro e saiu da área. Foi em direção ao segundo zagueiro, o driblou e saiu da área. Depois, ele ainda fez questão de driblar o volante para só então entrar na área e fazer o gol.

Já no vestiário, o técnico comenta:
– Po Garrincha, bacana o que você fez, foi um golaço. Mas por que você enrolou tanto para fazer o gol?

Eis que então, Garrincha responde:
– Professor, você me falou pra driblar o Joãozinho e depois fazer o gol. Como eu não sabia qual deles era o Joãozinho, preferi driblar os 3 só pra garantir.

Moral da história: Missão dada, missão cumprida.

Conclusão
Logicamente não posso afirmar que de fato esses diálogos ocorreram e não podemos levar essas lições ao pé da letra, mas quem precisa lidar diariamente com a diferença entre o plano e a realidade com certeza se identifica com essas situações.

Como diria nosso amigo Gustavo Caetano, se o terreno estiver diferente do mapa, siga com o que você está vendo no terreno.

Abraços,
Millor Machado (driblando a concorrência e partindo pro gol)

P.S: O primeiro clube que Garrincha jogou foi o Esporte Clube Pau Grande, na sua cidade natal, Magé-RJ. Fica a dica pra aqueles que gostam de enxergar o duplo sentido nas coisas.

P.S.2: O Esporte Clube Pau Grande chegou a participar da 3a divisão do campeonato carioca, mas apesar dos esforços, o Pau Grande não conseguiu subir.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s