MEC faz esclarecimento sobre o conceito de média aritmética

redação sejabixo! – vestibular
12/09/11

* Fonte: site do MEC

Com relação ao ponto de vista de alguns jornais e portais de informações sobre a média das notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2010, por escola, o Ministério da Educação esclarece:

1. É natural que cerca de 50% dos estudantes tenham apresentado desempenho abaixo da média, por mera questão estatística. Qualquer que seja a média estabelecida para diferentes valores, como peso, altura e desempenho em provas, sempre um número próximo à metade estará abaixo da média.

2. Se os alunos com desempenho abaixo da média estiverem dispersos em um número maior de escolas em relação aos estudantes com notas superiores à média de instituições que concentram grande número de matrículas, a quantidade de unidades de ensino abaixo da média será superior.

3. No Enem, os alunos de melhor desempenho estão concentrados e os de baixo desempenho, dispersos. Isso não altera o fato de que, para o conjunto dos estudantes brasileiros, a média melhorou.

4. Do total de 4.148.721 estudantes inscritos em 2009, fizeram a prova 2.426.432, dos quais 824.027 eram concluintes do ensino médio regular (45,8% do total de 1.797.434 concluintes do ensino médio em todo o país). Em 2010, dos 4.626.094 inscritos, 3.232.776 fizeram a prova. Eram concluintes, 1.011.952 (56.4% do total de 1.793.167 concluintes do país). As médias alcançadas nos dois exames foram:

 2009 – média da prova objetiva: 501,58; média da redação: 585,06

 2010 – média da prova objetiva: 511,21; média da redação: 596,25

5. A comparação entre as provas de 2009 e 2010 é possível porque as questões seguem o modelo TRI (teoria de resposta ao item). Isso não se aplica à redação, por razões óbvias.

6. A teoria de resposta ao item é um sistema de avaliação utilizado em todo o mundo desde os anos 50. As questões são testadas previamente e calibradas de acordo com o nível de dificuldade – quanto mais estudantes acertam uma determinada questão, menor peso ela terá na prova porque o grau de dificuldade é supostamente menor. Isso permite a comparação entre várias edições de uma mesma prova.

7. O aumento de dez pontos na média da prova objetiva representa 10% do desvio-padrão de 100. Isso significa que, mantida a evolução, a meta de 600 pode ser atingida em dez anos.

* www.mec.gov.br

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s