Profissional com nível superior ganha 219% a mais

Segundo os números, o salário médio de alguém que fez faculdade foi de 4135,06 reais, enquanto os trabalhadores sem nível superior ganharam 1294,70 reais

Executiva de gravata

Pesquisa informou que, entre 2010 e 2011, o aumento de mulheres empregadas foi superior ao dos homens, 5,7% contra 4,7%

São Paulo – Uma pesquisa divulgada pelo IBGE nesta sexta-feira comprovou a disparidade dos salários entre profissionais com ensino superior para aqueles que não têm um diploma universitário.

Com base nos valores de 2011, o instituto afirmou que os assalariados com nível superior ganham, em média, 219,4% a mais em relação aos que não contam com formação.

Segundo os números, o salário médio de alguém que fez faculdade foi de 4135,06 reais, enquanto os trabalhadores sem nível superior ganharam 1294,70 reais.

O IBGE também afirmou que o número de trabalhadores diplomados em 2011 foi superior a 2010, mas a porcentagem ainda é pequena: apenas 17,1% da população assalariada brasileira conta com algum tipo de formação universitária.

Outro dado relevante da pesquisa diz respeito à participação feminina no mercado de trabalho. A pesquisa informou que, entre 2010 e 2011, o aumento de mulheres empregadas foi superior ao dos homens, 5,7% contra 4,7%. Mesmo assim, eles ainda são maioria nos postos de trabalho, com 57,7% das vagas ocupadas. Os homens também continuam a ganhar mais: em média, os salários masculinos são 25,7% maior que o das mulheres.

Em 2011, as três cidades que ofereciam os melhores salários foram Brasília (6,3 salários mínimos), Florianópolis (4,8) e São Paulo (4,6).

 

Passou o ENEM. E agora?

Fonte: Mundo Vestibular Você ficou o ano todo se preparando e esperando o momento de fazer o ENEM. Agora que a prova já foi realizada, o que você deve fazer?

Se você deseja entrar em uma universidade utilizando o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), esse é um excelente momento para pesquisar quais as instituições que utilizam a nota do exame como critério de seleção e quais são esses critérios. Além disso, é muito importante que você saiba exatamente como é o funcionamento de programas como o SiSU e o ProUni.
Saiba mais em:
Faculdades que utilizam o ENEM para o ingresso nos cursos de graduação

Conheça o SiSU

Algumas faculdades públicas costumam usar o ENEM como única forma de ingresso nos cursos de graduação. Essa instituições, normalmente, utilizam o Sistema de Seleção Unificada (SiSU), que é um sistema onde o aluno se inscreve para concorrer a um ou dois cursos em uma ou duas instituições ao mesmo tempo. O sistema é liberado em determinado período e o aluno deve indicar qual é a sua opção de curso preferencial. Caso a nota do ENEM, com os respectivos pesos atribuídos pela faculdade, seja maior que a nota de corte para aquele curso, o aluno será convocado para realizar a matrícula. É importante lembrar que, caso seja chamado para a primeira opção de curso/universidade, o candidato não poderá concorrer ao curso considerado como segunda opção.

Fique atento às faculdades que utilizam o SiSU e às inscrições que devem acontecer em breve.
Saiba mais em:
SiSU

Ainda vou fazer o vestibular!

Há também aquelas instituições que utilizam o ENEM como composição da nota obtida no vestibular, seja como uma das fases ou como uma porcentagem no resultado final do candidato. Nesse caso, se você ainda não participou do vestibular, é hora de focar os seus estudos nesta prova.
As faculdades costumam seguir um estilo de prova e você pode utilizar esse período que falta até o exame para resolver provas aplicadas em anos anteriores.
Procure direcionar os seus estudos, mas também descansar! Mesmo com os vestibulares estando tão próximos, se você não tirar algum período do seu dia para descansar e se divertir, certamente ficará muito nervoso e sobrecarregado para o dia da prova.

Quero tentar o ProUni

Muitas instituições privadas estão aderindo ao Programa Universidade para Todos (ProUni). O ProUni é um programa do Governo Federal que oferece bolsas de estudos integrais e parciais aos alunos que tiveram um bom rendimento no ENEM e que são de famílias de baixa renda.

Procure se informar a respeito do programa e das regras para participação, além das datas inscrição e comprovação das informações apresentadas na inscrição.
Saiba mais em:
ProUni

Organize-se

Nos editais anteriores das instituições e no próprio site dos programas SiSU e ProUni há uma lista com os documentos que devem ser apresentados e com as informações que devem ser comprovadas.
Procure deixar tudo organizado para não ter surpresas de última hora.

Descanse

Você quer ingressar em uma instituição que só vai utilizar a nota do ENEM? Então, depois de deixar tudo organizadinho e de conhecer bem o programa que a instituição utiliza para o ingresso no seu curso desejado, é hora de descansar!
Aproveite para fazer as suas atividades preferidas e aguardar as inscrições para o SiSU ou ProUni.

[Ache os cursos e faculdades ideais para você!]

Fuvest, Unicamp, Unesp, Unifesp, ITA e PUC divulgam calendários para vestibular 2013

Do UOL, em São Paulo

Unesp (Universidade Estadual Paulista), Fuvest (Fundação Universitária para o Vestibular da USP), Unicamp (Universidade Estadual de Campinas),  ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica), Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) e as PUC (Pontifícia Universidade Católica) de São Paulo e de Campinas (SP) divulgaram nesta terça-feira (17) as datas de seus vestibulares para ingresso em 2013.

Veja datas do calendário unificado

VESTIBULAR 1ª FASE 2ª FASE
Fuvest 25 de novembro de 2012 6 a 8 de janeiro de 2013
Unicamp 11 de novembro de 2012 13 a 15 de janeiro de 2013
Unesp 18 de novembro de 2012 16 e 17 de dezembro
Unifesp Enem: data a ser divulgada pelo INEP/MEC 13 e 14 de dezembro de 2012
ITA 11 a 14 de dezembro de 2012 (fase única) ————–
PUC-SP 2 de dezembro de 2012 (fase única) ————–
PUC-Campinas 30 de novembro e 1º de dezembro de 2012
(fase única)
————–

Fuvest

As provas do vestibular 2013 da Fuvest, que seleciona alunos para a USP (Universidade de São Paulo) e para a Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, serão realizadas nos dias 25 de novembro (1ª fase) e de 6 a 8 de janeiro de 2013 (2ª fase).

As inscrições acontecem entre 24 de agosto e 10 de setembro. Veja mais informações aqui.

Unicamp

A primeira fase do vestibular 2013 da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) será realizada no dia 11 de novembro; a segunda etapa acontece entre os dias 13 e 15 de janeiro de 2013. Os interessados poderão se inscrever entre 20 de agosto e 14 de setembro. Veja mais informações aqui.

Unesp

A primeira fase do vestibular da Unesp (Universidade Estadual Paulista) acontece no dia 18 de novembro, com os resultados sendo divulgados no dia 4 de dezembro. Os aprovados fazem a segunda fase nos dias 16 e 17 de dezembro. As inscrições para os que não solicitarem isenção de taxa acontecem entre os dias 17 de setembro e 11 de outubro. Mais informações aqui.

Unifesp

As provas de conhecimentos específicos do sistema misto do vestibular 2013 da Unifesp serão aplicadas nos dias 13 e 14 de dezembro. Esse sistema também utiliza a nota do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) como parte da seleção. Veja mais informações aqui.

ITA

As provas do vestibular 2013 do ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica) serão aplicadas entre os dias 11 e 14 de dezembro, das 8h às 12h (horário de Brasília), em 22 cidades do país. As inscrições acontecem entre os dias 1º de agosto e 15 de setembro. Veja mais informações aqui.

PUC-SP e PUC-Campinas

A PUC-SP aplicará as provas do vestibular 2013 no dia 2 de dezembro. As inscrições para o processo seletivo serão realizadas entre os dias 28 de outubro e 22 de novembro. Veja mais infromações aqui.

No vestibular 2013 da PUC-Campinas, as provas acontecem nos dias 30 de novembro e 1º de dezembro. Mais informações aqui.

Bolsa para Cursos de Língua e Cultura Espanholas 2012-2013

VIII Edital de Bolsas 2012/2013

A Universidade de La Rioja, comprometida com o trabalho de difusão do conhecimento e da Língua Espanhola, oferece o programa de Cursos de Língua e Cultura Espanholas 2012-2013, dirigido para estudantes e para graduados de Universidades Brasileiras ou com residência permanente na República Federativa do Brasil, que desejam aprender espanhol ou aperfeiçoar seus conhecimentos nesta língua.

Diante disto, conscientes da importância do Espanhol no Brasil, assim como de que a aprendizagem de um idioma é um elemento capaz de contribuir para a integração e para a coesão com os países iberoamericanos, a Universidade de La Rioja, com o apoio e patrocinado pelo Banco Santander, oferece 7 (sete) bolsas para a realização de um curso trimestral de Cursos de Língua e de Cultura Espanhola para o próximo ano acadêmico 2012-2013, gestionadas pela Fundação da Universidade de La Rioja.