Inscrições para o Sisu (ENEM) abriram nesta segunda

07/01/2013 00h00 – Atualizado em 07/01/2013 08h39

Candidatos do Enem podem disputar vagas nas universidades federais.
Veja como se inscrever no processo seletivo do MEC.

Do G1, em São Paulo

25 comentários

O Ministério da Educação abriu na madrugada desta segunda-feira (7) o período de inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do primeiro semestre de 2013. São oferecidas 129.279 vagas no ensino superior em 3.751 cursos de 101 instituições. As inscrições devem ser feitas no site sisualuno.mec.gov.br. Uma falha no sistema permitiu por alguns instantes que candidatos tivessem a acesso a dados de outras pessoas. Segundo o MEC, o problema foi rapidamente resolvido.

O número de vagas cresceu 16% entre a edição de 2012 e a deste ano. No ano passado, mais de um milhão de candidatos concorreram às 108.552 vagas oferecidas por 95 instituições de ensino superior.

CLIQUE AQUI E VEJA O MAPA DO G1 COM A DISTRIBUIÇÃO DE VAGAS DO SISU

Mapa do G1 mostra onde estão as mais de 129 mil vagas do Sisu 2013 (Foto: G1)Mapa do G1 mostra onde estão as mais de 129 mil vagas do Sisu 2013 (Foto: G1)

Veja a seguir as instruções para participar do processo seletivo deste semestre:

Quem pode participar do Sisu 2013?
Apenas quem fez o Enem 2012 e tirou nota maior do que zero na prova de redação. O resultado no exame é a pontuação utilizada para selecionar os candidatos nas vagas escolhidas. Para se inscrever, basta usar o CPF ou o número de inscrição no Enem, além da senha cadastrada no sistema do Enem, que será a mesma utilizada pelo Sisu. Quem perdeu a senha do Enem deverá recuperá-la no site do exame.

Como funcionam as inscrições?
As inscrições, abertas nesta segunda-feira (7), vão até as 23h59 da sexta-feira (11) no site do Sisu. Durante esse período, os participantes poderão se inscrever em até duas opções de opções de vaga, especificando suas opções em ordem de preferência e incluindo a instituição, o local de oferta, o curso e o turno pretendidos.

Como cada instituição pode definir seus critérios de seleção, é dever do candidato ficar atento para as notas mínimas exigidas em cada curso, além da documentação necessária para a matrícula. A inscrição poderá ser alterada quantas vezes o candidato quiser até as 23h59 do dia 11, mas somente a última inscrição confirmada será considerada pelo sistema.

Diariamente, o sistema emitirá um boletim informando a nota de corte de cada curso, para que o candidato saiba se sua nota do Enem é suficiente para concorrer à vaga, e a classificação parcial do candidato, em seu boletim individual. Porém, a nota de corte não é calculada em tempo real, e sim uma vez ao dia. Por isso, ela não é uma garantir de que o candidato será selecionado para a vaga disputada.

VEJA O CALENDÁRIO DO SISU 2013
7 a 11 de janeiro Período de inscrições do Sisu
14 de janeiro Primeira chamada do Sisu
18 a 22 de janeiro Matrícula da primeira chamada do Sisu
28 de janeiro Segunda chamada do Sisu
1º a 5 de fevereiro Matrícula da segunda chamada do Sisu
28 de janeiro a 8 de fevereiro Prazo para participar da lista de espera
a partir de 18 de fevereiro Convocação dos candidatos da lista de espera

Como funciona a seleção?
Após o período de inscrição, o sistema selecionará automaticamente os candidatos com maior pontuação, na quantidade referente ao número de vagas em cada curso. O resultado desta seleção será divulgado na primeira chamada, no dia 14.

Os candidatos selecionados em sua primeira opção de curso devem fazer a matrícula entre os dias 18 e 22 de janeiro. Eles não poderão participar das chamadas seguintes.

Quem for selecionado na segunda opção continuará participando da seleção, inclusive quem fizer a matrícula no mesmo período, e poderá ser convocado na segunda chamada para sua primeira opção de curso. A segunda chamada está prevista para o dia 28.

A matrícula dos convocados na segunda chamada acontece entre 1º e 5 de fevereiro.

Como funciona a lista de espera?
No dia 28 o Sisu abre as inscrições para a lista de espera, que podem ser feitas até 8 de fevereiro. Para se inscrever, é preciso acessar o sistema durante esse período especificado, no boletim de acompanhamento, clicar no botão que correspondente à confirmação de interesse em participar da lista de espera do Sisu.

Dessa lista podem participar tanto quem não foi convocado em nenhuma chamada quanto quem foi selecionado em sua segunda opção – mesmo tendo feito matrícula. Porém, cada candidato só poderá disputar as vagas remanescentes relativas à sua primeira opção.

A lista será divulgada em 18 de fevereiro. A partir daí, a seleção será feita gradativamente pelas instituições.

Como a lei de cotas será aplicada no Sisu?
No ato da inscrição, o candidato também deverá especificar a modalidade de concorrência da qual quer participar. Ele poderá concorrer às vagas reservadas pela Lei nº 12.711, de 29 de agosto de 2012.

A lei determina que, até 2016, 50% das vagas das instituições federais sejam para alunos que fizeram todo o ensino médio em escola pública. Além disso, metade deste índice será para alunos com renda familiar até 1,5 salário mínimo. Há ainda um percentual para estudantes autodeclarados pretos, pardos e indígenas de acordo com a proporção desta população no estado da instituição, segundo o IBGE.

Em 2013, pelo menos 30% do total de vagas ofertadas pelas universidades serão preenchidas nestes critérios.

O candidato inscrito no Sisu pode se inscrever no Prouni?
Sim, mas só podem participar do Prouni quem cursou todo o ensino médio em escola pública ou foi bolsista integral em uma particular. A seleção do Prouni também será feita usando a nota do Enem 2012.

Porém, apenas um dos resultados será considerado. Caso o candidato seja aprovado pelo Sisu para uma vaga em universidade pública, mas também receba uma bolsa de estudos do Prouni para uma instituição privada, ele terá que optar por apenas uma delas, já que não é permitido acumular as duas vagas.

O edital com as datas do Prouni em 2013 será divulgado em janeiro, segundo o MEC.

Para ler mais notícias do G1 Educação, clique em g1.globo.com/educacao. Siga também o G1 Educação no Twitter e por RSS.

Candidatos do Enem têm o último dia para se inscrever no Sisu (12/01)

Português do Brasil: Brasília - Participantes ...
Image via Wikipedia

Prazo termina às 23h59 desta quinta-feira (12).

Lista de aprovados para mais de 108 mil vagas sai no domingo (15).

Do G1, em São Paulo

Site do SiSU (Foto: Reprodução)Site do Sisu (Foto: Reprodução)

Às 23h59 desta quinta-feira (12) termina o prazo de inscrição do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). As inscrições devem ser feitas pela internet no site do Sisu. No Sisu, os estudantes que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em outubro de 2011 podem disputar 108.552 vagas em 3.327 cursos de 95 instituições públicas de ensino superior dos 26 estados brasileiros, com exceção do Distrito Federal (veja ao final deste texto a tabela com as vagas oferecidas por cada instituição). O resultado será divulgado no domingo (15).

O programa registrou, até as 18h da quarta-feira (11), um total de 2.937.953 inscrições feitas por 1.518.879 candidatos inscritos.

Cada candidato pode fazer inscrição em até dois cursos, por isso a diferença entre os números de inscrições e de inscritos. Quem for aprovado na primeira opção é automaticamente retirado do sistema.

Nos estados
Entre as unidades da Federação com maior número de inscritos, a liderança está com o Rio de Janeiro: 343.497 candidatos. Na sequência vêm Minas Gerais, 317.435; São Paulo, 249.929; Ceará, 214.936; Rio Grande do Sul, 201.066; Bahia, 185.923; Pernambuco, 163.691 e Piauí, 136.917.

Como se inscrever
Clique aqui
e veja o passo a passo preparado pelo MEC sobre como se inscrever no Sisu. Confira também abaixo, perguntas e respostas sobre o funcionamento do sistema e tire suas dúvidas:

Quem pode participar do sistema?
Na primeira edição do Sisu deste ano (1º/2012), só pode se inscrever quem fez o Enem em outubro de 2011. Quem já participou de edições anteriores do Sisu – e foi ou não aprovado – também pode participar, desde que tenha feito o Enem 2011.

É importante ressaltar que algumas instituições adotam notas mínimas para inscrição em determinados cursos. Nesse caso, no momento da inscrição, se a nota do candidato não for suficiente para concorrer àquele curso, o sistema emitirá uma mensagem com esta informação.

Que documentos são exigidos para participar?
Para se inscrever no Sisu, o único dado necessário é o número de inscrição no Enem 2011, e a senha do Enem. Não é necessário fazer um novo cadastro. Caso o aluno não se lembre de sua senha, deverá recuperá-la no site do Enem. Ao acessar o Sisu, o sistema importa automaticamente as notas do candidato no exame nacional.

Porém, para realizar a matrícula na instituição, o candidatos selecionado deverá ter os documentos exigidos pela universidade, instituto ou centro universitário.

O Sisu tem política de ação afirmativa?
Sim, mas elas variam de acordo com cada instituição. Há cursos em que só existe a ampla concorrência. Em outros, é possível se inscrever pela ampla concorrência ou por ações afirmativas, de acordo com o perfil do candidato. Essa escolha é feita no momento da inscrição.

Cada instituição decide se usará uma cota (reserva de vagas), para que candidatos de ações afirmativas concorram apenas entre si pelas vagas, ou se adotará a modalidade bônus, em que esses candidatos recebem uma pontuação extra e concorrem com os demais vestibulandos.

Após a seleção, os candidatos aprovados para as vagas de ações afirmativas deverão apresentar documentos comprovando que cumprem todos os requisitos das cotas.

Como funciona a inscrição e para que serve a nota de corte?
A partir da zero hora deste sábado, os participantes do Sisu poderão se inscrever em duas opções de cursos. A inscrição poderá ser alterada quantas vezes for necessário até a data limite da seleção, às 23h59 do dia 12, no horário oficial de Brasília. O Sisu considerará válida apenas a última alteração feita.

Os candidatos poderão acompanhar o andamento do processo por meio de um boletim de acompanhamento, que estará disponível todos os dias pelo sistema.

Diariamente, durante esse período, o Sisu calculará e divulgará as notas de corte temporárias de cada curso. Elas servem como referência para que os candidatos calculem se suas notas são suficientes para serem aprovados, e, caso contrário, possam alterar a inscrição.

Como funciona a seleção?
Após o período de inscrição, o sistema selecionará automaticamente os candidatos com maior pontuação, na quantidade referente ao número de vagas em cada curso. O resultado desta seleção será divulgado na primeira chamada, no dia 15.

Os candidatos selecionados em sua primeira opção de curso devem fazer a matrícula entre os dias 19 e 20 de janeiro. Eles não poderão participar das chamadas seguintes.

Quem for selecionado na segunda opção continuará participando da seleção, mesmo se fizer a matrícula no mesmo período, e poderá ser convocado na segunda chamada, que será divulgada no dia 26, para sua primeira opção de curso.

A matrícula dos convocados na segunda chamada acontece em 30 e 31 de janeiro.

Como funciona a lista de espera?
No dia 26 o Sisu abre as inscrições para a lista de espera, que podem ser feitas até 1º de fevereiro. Para se inscrever, é preciso acessar o sistema durante esse período especificado, no boletim de acompanhamento, clicar no botão que correspondente à confirmação de interesse em participar da lista de espera do Sisu.

Dessa lista podem participar tanto quem não foi convocado em nenhuma chamada quanto quem foi selecionado em sua segunda opção – mesmo tendo feito matrícula.

Porém, cada candidato só poderá disputar as vagas remanescentes relativas à sua primeira opção.

A lista será divulgada em 4 de fevereiro. A partir daí, a seleção será feita gradativamente até o dia 2 de março de 2012.

Quais são as instituições participantes do Sisu?
Neste ano, 77,6% das vagas estão concentradas em duas regiões. O Nordeste tem o maior número de vagas disponíveis pelo sistema. Das 108.552 vagas, 37.634 estão na região, ou 34,6% do total. As instituições do Sudeste oferecerão 35.924 vagas, ou 33% das ofertas. O Sul tem 15.756 vagas, seguido do Centro-Oeste, com 13.985, e da região Norte, com 5.253 vagas.

Veja abaixo a relação de instituições que participam do sistema no processo seletivo de 2012. A lista completa de cursos e vagas está disponível no site do MEC (arquivo em pdf).

Instituições de ensino superior participantes do Sisu em 2012
UF Instituição Cursos Vagas
AC Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Acre (Ifac) 6 240
AL Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Alagoas (Ifal) 14 677
AL Universidade Federal de Alagoas (Ufal) 107 5.128
AM Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas (Ifam) 15 119
AM Universidade Federal do Amazonas (Ufam) 111 2.603
AP Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Amapá (Ifap) 4 160
BA Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano (IFBaiano) 11 420
BA Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Bahia (IFBA) 24 682
BA Universidade do Estado da Bahia (Uneb) 87 939
BA Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) 41 833
BA Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb) 52 1.165
BA Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) 23 1.250
CE Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) 55 1.805
CE Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab) 5 156
CE Universidade Federal do Ceará (UFC) 100 4.197
ES Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo (Ifes) 23 850
GO Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás (IFG) 27 170
GO Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano (IF Goiano) 28 324
GO Universidade Federal de Goiás (UFG) 118 1.067
MA Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IFMA) 32 1.280
MA Universidade Federal do Maranhão (UFMA) 54 1.958
MG Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (Cefet-MG) 12 91
MG Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais (IFMG) 25 476
MG Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Norte de Minas Gerais (IFNMG) 14 395
MG Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sudeste de Minas Gerais (IFSEMG) 24 454
MG Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais (IF Sul de Minas) 17 366
MG Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro (IFTM) 15 94
MG Universidade Federal de Alfenas (Unifal-MG) 22 1.037
MG Universidade Federal de Itajubá (Unifei) 34 1.395
MG Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) 4 701
MG Universidade Federal de Lavras (UFLA) 22 592
MG Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) 31 1.228
MG Universidade Federal de São João del Rei (UFSJ) 37 164
MG Universidade Federal de Uberlândia (UFU) 75 1.789
MG Universidade Federal de Viçosa (UFV) 67 2.644
MG Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri (UFVJM) 21 447
MS Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS) 7 280
MS Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) 53 2.370
MS Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) 89 4.165
MT Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso (IFMT) 29 461
MT Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) 99 5.148
PA Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA) 26 905
PA Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra) 6 90
PB Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) 29 1.000
PB Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) 73 1.138
PB Universidade Federal da Paraíba (UFPB) 117 1.561
PE Fundação Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf) 15 650
PE Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE) 20 262
PE Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sertão Pernambuco (IF Sertão) 12 387
PE Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) 1 25
PE Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFPE) 61 3.240
PI Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Piauí (IFPI) 28 1.095
PI Universidade Federal do Piauí (UFPI) 99 5.954
PR Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Paraná (IFPR) 17 340
PR Universidade Federal do Paraná (UFPR) 86 529
PR Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) 89 3.530
RJ Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (Cefet-RJ) 17 622
RJ Centro Universitário Estadual da Zona Oeste (Uezo) 10 380
RJ Escola Nacional de Ciências Estatísticas (Ence) 2 120
RJ Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ) 17 1.080
RJ Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense (IF Fluminense) 11 200
RJ Instituto Superior de Educação do Rio de Janeiro (Iserj) 3 70
RJ Instituto Superior de Educação Professor Aldo Muylaert (Isepam) 2 84
RJ Instituto Superior de Tecnologia de Paracambi (IST Paracambi) 4 96
RJ Instituto Superior de Tecnologia em Ciência da Computação de Petrópolis (ISTCCP) 2 42
RJ Instituto Superior de Tecnologia em Ciências da Computação do Rio de Janeiro (IST-Rio) 2 42
RJ Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF) 16 546
RJ Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio) 34 2.412
RJ Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) 106 4.707
RJ Universidade Federal Fluminense (UFF) 98 1.766
RJ Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) 50 1.970
RN Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) 5 192
RN Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) 11 330
RN Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa) 21 1.165
RO Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO) 4 16
RR Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Roraima (IFRR) 6 210
RR Universidade Federal de Roraima (UFRR) 32 209
RS Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA) 11 448
RS Fundação Universidade Federal do Pampa (Unipampa) 62 3.110
RS Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS) 28 481
RS Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha (IF Farroupilha) 26 232
RS Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-Rio-Grandense (IFSul) 13 208
RS Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (UERGS) 29 531
RS Universidade Federal de Pelotas (UFPEL) 71 3.168
RS Universidade Federal de Santa Maria (UFSM) 2 90
RS Universidade Federal do Rio Grande (Furg) 53 2.439
SC Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Catarinense (IF Catarinense) 24 490
SC Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina (IF-SC) 16 160
SE Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Sergipe (IFS) 7 145
SP Universidade Federal do ABC (UFABC) 6 1.960
SP Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP) 53 2.160
SP Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) 57 2.553
SP Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) 46 2.391
TO Fundação Universidade Federal do Tocantins (UFT) 42 402
TO Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins (IFTO) 15 299
TOTAL 3.327 108.552
Fonte: Ministério da Educação

Links Patrocinados

IFPR abre inscrições para processo seletivo (Vários cursos via ENEM)

03/01/2012 12h06 – Atualizado em 03/01/2012 12h06

São 680 vagas em Curitiba, Londrina, Paranaguá e Palmas.
Periodo de inscrição termina em 23 de janeiro; não é cobrada taxa.

Do G1 PR

O Instituto Federal do Paraná (IFPR) abriu nesta terça-feira (3) o período de inscrição para os estudantes que querem concorrer a uma vaga no Ensino Superior. As inscrições são gratuitas e vão até 23 de janeiro de 2012, no campus do IFPR pretendido pelo candidato.

Em Paranaguá, por exemplo, são ofertados os cursos de Ciências Sociais, Física e Manutenção Industrial e há 120 vagas disponíveis. Além do campus litoral, há vagas em Curitiba, Londrina e Palmas.

Metade das vagas será preenchida por meio de processo seletivo próprio e a outra metade será destinada ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu), cujo período de inscrição começa em 7 de janeiro. Ao todo 340 candidatos serão selecionados por meio do Sisu.

Cursos Superiores de Bacharelado
Bacharelado em Ciências Contábeis (Campus Curitiba e Campus Palmas)
Bacharelado em Administração (Campus Palmas)
Bacharelado em Enfermagem (Campus Palmas)
Bacharelado em Engenharia Agronômica (Campus Palmas)
Bacharelado em Farmácia (Campus Palmas)


Cursos Superiores de Tecnologia
Curso Superior de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas (Campus Londrina)
Curso Superior de Tecnologia em Manutenção Industrial (Campus Paranaguá)
Curso Superior de Tecnologia em Gestão Pública (Campus Curitiba)


Licenciaturas
Licenciatura em Ciências Sociais (Campus Paranaguá)
Licenciatura em Física (Campus Paranaguá)
Licenciatura em Artes Visuais (Campus Palmas)
Licenciatura em Ciências Biológicas (Campus Palmas)
Licenciatura em Educação Física (Campus Palmas)
Licenciatura em Letras – Português/Inglês (Campus Palmas)
Licenciatura em Pedagogia (Campus Palmas)
Licenciatura em Química (Campus Palmas)